BLOG

Recife de dança e afetividade

Semana passada a Grão foi a Recife-Pernambuco! A convite da equipe do SESC Santa Rita, fizemos parte da programação da MOSTRA TRANSBORDA, que nessa etapa recebeu o tema “Os Limites Artísticos e Pedagógicos da Dança nos Dias de Hoje”.

Nossa contribuição para a Mostra incluiu:

• Participação de Lidiani e Gabriel na mesa redonda “Dança de salão: arte ou esporte?” no dia 5 de Junho; • Oficina “A Dança de Salão e as Suas Margens” ministrada por Lidiani e Gabriel de 6 a 9 de junho; • Apresentação de Moebius, dia 7 no Teatro Barreto Júnior, com todo o elenco, e; • Apresentação de Karma, de Rodolfo e Maria Cláudia, encerrando essa etapa da mostra na sexta-feira, 9/6.

Vocês devem imaginar o quão especial para nós foi levar nossa arte a esse lugar tão belo de nosso país, e que vive uma movimentação cultural e em torno da dança bastante intensa. Receber os olhares e as trocas desse povo foi de um valor riquíssimo, reafirmando o sentido de nosso trabalho artístico e alimentando a chama que o mantém vivo. Mas isso não é tudo.

Precisamos falar da forma incrível como fomos recebidos pela equipe do SESC Santa Rita. Para além da eficiência impecável, que já tinha nos impressionado em experiências anteriores com o SESC, a equipe de Cultura do Santa Rita nos recebeu com uma afetividade e carinho surreais. Nos sentimos em família, nos sentimos apaixonados, sentimos que voltamos pra casa com novas amizades, forjadas na intensidade desse encontro!

Mas precisamos falar disso não apenas pelo valor próprio desses dias em companhia deliciosa, e do presente de levarmos esses novos amigos e amigas pra toda vida. A forma com que fomos recebidos ressoa com algo fundamental para nós enquanto artistas e enquanto grupo. Nossa pesquisa fala da atenção que damos às relações, de como do olhar atento e da disponibilidade da entrega às relações emergem os melhores potenciais para nosso movimento juntos. Sempre buscamos levar essa percepção para além da cena, para nossas vidas pessoais, para nosso funcionamento enquanto coletivo que cultiva a horizontalidade, e também para forma com que nosso trabalho dialoga com o mundo contemporâneo.

E encontramos muito disso que buscamos na equipe que nos recebeu, o que renova nossa vontade de continuar nesse caminho. Continuar mostrando, com arte e com vida, que nossas relações podem ir muito além das posições e códigos pré-estabelecidos na sociedade, e que é na afetividade expressa no detalhe das relações pessoais, micropolíticas, e (por que não?) regadas de muito carinho, é daí que surge o melhor potencial de vivermos e construirmos juntos um melhor mundo possível.

(Fotos: Karol Duarte)

A nossa gratidão a cada um da equipe envolvida na Mostra Transborda, pela dedicação à cultura, pela oportunidade e confiança do convite, pela efetividade, entrega, e carinho da acolhida... e por essa amizade que agora continua!

#debate #karma #oficina #moebius #recife #sesc #dança

ÚLTIMOS POSTS
ARQUIVO
TAGS
Nenhum tag.
NOS ACOMPANHE
  • Ícone de App de Facebook
  • Ícone do App Instagram
  • YouTube clássico